A inteligência artificial e seu impacto no trabalho

A tecnologia da inteligência artificial (IA) tem vantagens e desvantagens. Embora muitas pessoas sejam entusiastas do uso crescente da IA e como ela simplifica a vida cotidiana, outras temem que os robôs possam substituir seus empregos. Neste texto, apresentamos informações sobre como a IA está revolucionando o mundo e o que podemos esperar no futuro.

O que é inteligência artificial?

É uma tecnologia que simula a inteligência humana em máquinas, permitindo a tomada de decisões e a resolução de problemas de forma eficiente. Em outras palavras, a IA possibilita que sistemas de computador reproduzam a inteligência humana para executar funções avançadas. Exemplos populares de IA incluem carros autônomos, reconhecimento facial, correção automática de texto e chatbots.

O que é IA generativa?

“A Inteligência Artificial (IA) generativa é um tipo de IA que utiliza algoritmos de aprendizado de máquina para criar conteúdo novo e original. Ao contrário de outras formas de IA que se concentram em tarefas específicas, como classificar imagens ou traduzir idiomas, a IA generativa tem como objetivo criar algo novo a partir do zero.

A IA generativa pode ser usada em diversas áreas, como na criação de imagens, música, vídeo, texto e até mesmo em design de produtos. Para isso, a IA generativa utiliza modelos de rede neural que aprendem a partir de um grande conjunto de dados, e então, geram novos dados a partir desse aprendizado.

Essa tecnologia pode ser usada para criar arte digital, música gerada por computador e até mesmo escrever textos. A IA generativa pode ser vista como uma ferramenta para expandir a criatividade humana, fornecendo novas ideias e possibilidades. No entanto, também levanta questões éticas e legais sobre a propriedade intelectual e a autoria de obras criadas por máquinas

Alguns exemplos de IA generativa são Generative Adversarial Networks (GAN), Variational Autoencoders (VAE) e modelos baseados em Transformer como GPT-3.”

Alguma coisa nos parágrafos acima pareceu estranha para você? Provavelmente não: a gramática está correta, o tom está certo e a narrativa flui.

É assim que o ChatGPT, um chatbot construído sobre o GPT-3 da OpenAI, define a IA generativa. O hype parece verdadeiro, não é?

O uso da IA generativa para impulsionar a eficiência e a produtividade

A utilização da IA generativa tem o potencial de revolucionar a forma como trabalhamos, tornando nossas operações comerciais mais eficientes e produtivas. Melhorar a produtividade e simplificar processos são fatores essenciais para o sucesso de qualquer empresa, e a IA generativa pode nos ajudar a alcançar esses objetivos de maneira empolgante.

Uma das vantagens mais atraentes dessa tecnologia é a possibilidade de nos libertar das tarefas manuais repetitivas, como edição de imagens, verificação ortográfica e gramatical e assistentes de voz. Com a IA generativa, podemos criar obras de arte, músicas e textos incríveis que não só são legíveis, mas também fascinantes.

Mas, como navegar na Internet, dominar a arte de formular comandos e consultas é fundamental para liberar todo o seu potencial. Com domínio adequado de sua sintaxe, essas ferramentas podem aumentar a produtividade e aumentar o impacto geral em sua empresa.

Capacitação ou requalificação dos funcionários

A introdução da IA generativa leva à automação de trabalhos específicos, o que pode resultar em perda de empregos. Uma pesquisa do Gartner sugere que 20% dos profissionais de código processual precisarão ser retreinados devido a mudanças causadas pela IA generativa. Para mitigar isso, concentre-se na qualificação e requalificação de funcionários e candidatos a emprego.

Tomemos, por exemplo, o departamento de RH. À medida que a IA começa a assumir algumas tarefas mundanas, como agendamento de compromissos e revisão de currículos, é necessário treinar sua equipe de RH com novos conhecimentos, como o gerenciamento eficaz de postagens de emprego por meio de ferramentas de IA.

Isso significa que o profissional de RH deve entender completamente diferentes modelos de pagamento, definir orçamentos para promoção de cargos e ser treinado no uso de IA nessa área. Portanto, como líder de negócios, será sua responsabilidade se concentrar em aprimorar ou retreinar seu departamento de RH para se manter à frente em um cenário de negócios em constante evolução.

Os últimos progressos na IA

A ascensão da inteligência artificial transformou o mundo em grande escala. De acordo com o State of AI Report 2022, um número crescente de empresas está investindo pesadamente em pesquisa de IA e montando seus próprios laboratórios de IA. Curiosamente, a maioria dessas empresas está focada na ética e segurança da IA e está contratando mais pesquisadores de segurança para laboratórios de IA. As empresas também estão usando IA para encontrar soluções para problemas complexos do mundo moderno, como reciclagem de plástico e controle de reatores de fusão nuclear. A única grande preocupação – o uso generalizado de IA também pode levar a vazamentos de dados e ameaças à segurança cibernética.

IA e a cibersegurança 

A IA já está ajudando a detectar fraudes financeiras e garantindo a cibersegurança dos usuários. Ao aproveitar o poder da IA em uma arquitetura de segurança unificada e multicamadas, você pode criar um sistema inteligente que não apenas detecta ataques cibernéticos avançados, mas os frustra antes mesmo que eles tenham a chance de atacar.

Por exemplo, você pode treinar algoritmos de IA para detectar e responder a comportamentos anormais, identificar possíveis ameaças e vulnerabilidades à segurança e até mesmo gerar novos protocolos de segurança para reforçar os sistemas existentes. Essa abordagem também pode ajudar na criação de uma defesa proativa, em vez de reativa, contra ataques cibernéticos.

Um sistema de IA generativo pode ajudar as organizações a ficarem à frente da segurança cibernética e manter uma infraestrutura segura, monitorando continuamente a rede e gerando novas respostas conforme necessário.

Inteligência artificial e o futuro dos humanos

Com o surgimento da inteligência artificial, estamos testemunhando a redução da dependência manual e o aumento da automação. Portanto, um dos maiores temores em vários setores é se a IA substituirá os humanos e reduzirá empregos. O relatório Future of Jobs, publicado pelo Fórum Econômico Mundial em 2022, afirma que a IA provavelmente substituirá 85 milhões de empregos globalmente até 2025.

No entanto, funções que exigem habilidades de gerenciamento, comunicação, aconselhamento e tomada de decisões críticas ainda exigirão intervenção humana. Portanto, é melhor abraçar o uso da IA em várias esferas da vida e redefinir seus objetivos de carreira.

A IBSEC passa a aplicar o uso de IA de maneiras ligeiramente diferentes, usando a IA para ajudar os alunos a gerar ideias, analisar material escrito, criar aplicativos, ajudar na detecção, prevenção, resposta a ameaças cibernéticas  e muito mais. Em algumas atividades o uso da IA será obrigatório e em outras opcional.

Com a IBSEC o desenvolvimento das habilidades críticas para o futuro, se tornam uma realidade hoje, e entre elas destacamos:

– Pensamento analítico e inovação

– Aprendizagem ativa e estratégias de aprendizagem

– Resolução de problemas complexos

– Criatividade, originalidade e iniciativa

– Resiliência  e flexibilidade

– Liderança e influência social

A IBSEC acredita que focar no uso da IA provirá em melhores resultados de aprendizado, alunos mais felizes e profissionais mais bem preparados para um mundo em que a IA provavelmente será onipresente.

Acesse agora mesmo os nossos cursos e saiba mais.

Nos siga:

Contato

Onde estamos

Rua Conceição de Monte Alegre, 107, Bloco B
10º andar - Brooklin, São Paulo/SP - Brasil
CEP: 04563-060
© 2023 Por IBSEC - Instituto Brasileiro de Cibersegurança CNPJ: 07.697.729/0001-08 Todos os diretos reservados. | Termos | Privacidade